Depoimentos



Nome: Caetano Altafin Cunha

Querida Professora Beta e demais amigos,

Meu nome é Caetano Altafin Cunha. Tive a felicidade de cursar até a oitava série do ensino fundamental no Centro Educacional Jean Piaget.

Gostaria de parabenizar todos os professores e funcionários da Chave do Tamanho pelo trabalho desenvolvido. Reconheço que essa instituição foi fundamental para o desenvolvimento de minha individualidade e criatividade e, sobretudo, pelo meu amor è leitura e à educação.

Estou cursando o Mestrado em Direito na Harvard University, com especialização em direito corporativo e mercado de capitais, e presido uma organização voluntária e projeto denominado Um Pé de Biblioteca, cuja função é incentivar a implementação de bibliotecas comunitárias em comunidades carentes.

Certamente, a Chave do Tamanho exerceu uma influência determinante nesse caminho que escolhi seguir.

O reconhecimento da leitura como instrumento de desenvolvimento social tão encorajado pela Chave do Tamanho e a inteligência emocional que desde cedo a Chave permite desenvolver por meio de atividades coletivas têm sido fundamentais em minha rotina em Harvard. Por aqui, profissionais diariamente encorajam os alunos a desenvolver tudo aquilo que a Chave desde os primeiros anos de ensino incentiva.

Por tudo isso, a vocês, meu reconhecimento e mais sinceros agradecimentos!

Um forte abraço a todos,
Caetano


Ana Elisabeth Santos de Oliveira Lima

Eu me lembro como se fosse ontem, espantoso! Ja se passaram mais de 30 anos. O prof. escrevia: 07/07/77, e nos estavamos euforicos com a data. Me lembro do enigma desse dia: "sera possivel que alguem, tendo nascido depois de voce, pode algum dia vir a ser mais velho que voce?" Como esquecer desse inicio de vida, que tanto nos constroi, molda a nossa personalidade e o nosso modo de pensar? Devo muito a Chave, juntamente com meus pais, porque aprendi a pensar la atras... pra nao falar da musica! Como tambem me lembro da nossa turma aos berros cantando e batendo coco, tocando reco-reco, tantos instrumentos brasileiros... tenho grandes amigos musicos que garanto, comecaram carreira ali! ;-) Ahhh, minha infancia querida, Chave...


Marina Petric

A Chave do Tamanho foi a minha primeira escola. Quando entrei, eu nem sabia andar ainda e lá fiquei até os sete anos de idade. Morei em Salvador durante dois anos, 1989 – 1990, e, em 1991, voltei para fazer meu último ano. Foi a única escola cujas professoras estavam mais preocupadas com o caminho até as respostas do que com o resultado final. Foi lá que eu percebi, na verdade eu percebo isso melhor hoje, que o mais importante não é o resultado, mas como chegamos até ele, como construímos nosso ser e nosso pensar desenvolvendo a nossa inteligência, nossas múltiplas inteligências na verdade. Na Chave era onde as professoras não me desmotivavam ou ficavam de “cara feia” pelo meu excesso de curiosidade. Ao contrário, me motivavam a pensar em uma mesma coisa de várias maneiras diferentes. Lá também fiz grandes amizades que tenho até hoje, professoras inesquecíveis que foram como segunda mãe como Arilza, por exemplo.
Hoje, sou músico e professor de música. E nessa função de educador procuro motivar meus alunos da mesma maneira que fui motivado.
Obrigado professor Lauro e toda sua família pelo que fizeram por mim e por tantos outros que pela Chave do Tamanho passaram. Deixo um grande beijo e um forte abraço a todos!


Gabriel dos Santos Macedo

Essa escola é uma solução para a humanidade. Eu, como muitos que nela estudaram, carrego no peito uma inabalável vontade de debater questões intelectuais, morais e de mudar o mundo. É difícil redigir um depoimento que faça jus à minha gratidão, respeito e admiração por todos que fizeram e fazem parte deste lindo projeto. Por onde eu passo (movimentos políticos, congressos, universidades, conversas com amigos) sempre menciono a Chave e sua importância. Obrigado a todos vocês por plantarem essa semente em mim; vamos fazer dessa escola uma escola eterna.


Paulo Abelha Ferreira - Cidadão do mundo

A chave foi muito importante para o meu desenvolvimento tanto intelectual quanto social. Ela representou uma parte da minha vida inesquecível, conheci pessoas que me marcaram para sempre. Gostava muito do ensino, da socialização Professor - Aluno, Direção - Aluno. Métodos de ensino, passeio, enfim tudo ! Deixou muitas saudades !
Atualmente estou 2 ano do Ensino Médio, estou conseguindo atingir meus objetivos grande parte desse meu sucesso agradeço ao método que aprendi na chave.


Thiago da Silva Coutinho, 16 anos, 2º ano do Ensin

Jean Piaget dizia que o maior objetivo da educação era capacitar os homens de fazerem coisas novas em vez de repetir o que as gerações anteriores fizeram. Acho que isso resume minhas memórias da Chave, quando através de exercícios de lógica e raciocínio eu me via questionando o mundo e buscando meios de realizar meus sonhos. Aprendi a não ter medo do futuro nem dos erros, e criei uma fé inabalável por minhas convicções. Para mim, só restam saudades. Falar da Chave é falar "da aurora da minha vida, da minha infância querida. Que os anos não trazem mais!"


Bárbara Tigre Maia, 21 anos, Formanda de Relações

"O Jean Piaget sem duvidas, foi o lugar mais divertido onde estudei. Além dos ensinamentos educacionais, que eram sempre muito específicos, guardei do colégio verdadeiras amizades. Um lugar que guardo com carinho e saudades."


Carolina Mantuano

Estudei na Chave durante 10 anos e durante esse tempo não percebi o quanto significava fazer carderno de especialiedade, caderno de personagem, nao percibia o quanto era importante os debates e trabalhos em grupos. Os enigmas então, pra mim não tinham nenhuma importancia e hoje fazendo pré vestibular percebo o quanto são fundamentais, aprendi a interpretar e criticar qualquer assunto. Me sinto preparada na questão da moral pois a Chave debate sempre sobre todos os assuntos atuais visando sempre desenvolver a moral. Hoje com 16 anos sei o que quero da minha vida e devo tudo isso a toda equipe, principalmente a Beta diretora da escola.


Tamiris Coutinho, 16 anos, estudante

Jean Piaget, foi uma escola maravilhosa, onde aprendi muito. Por ser uma escola pequena, com poucos alunos, era possível o professor dar a atenção necessária para todos, e claro fazer grandes amizades


Juliana Lopes de Abreu, 24 anos, Administradora de

"A Chave do tamanho foi aonde tudo para mim começou ... foi aonde dei os meus primeiros passos , rumo a um grande passo: o meu futuro. Esta escola foi determinante na escolha de minha carreira profissional e na formação de meu caráter.
complementando : o mais importante , a meu ver , está no fato de que , através da Chave , pude desenvolver o meu raciocinio , minha dinâmica de grupo,e foi nesta escola que vivi os melhores momentos de minha infância , que lembro com muito carinho . Tenho um amor incondicional por esta escola e pelos educadores que nela estão . Acredito que colocar seu filho na chave significa proporcionar a ele o que há de melhor a nivel educacional .Só tenho a agradecer à minha escola eterna : muito obrigado "


Mariana Penna Franco da Cunha, 29 anos, Médica

Hoje entendo o porque da frase de Lauro quando ele diz: "O professor não ensina, ajuda o aluno a aprender"; Tanto aluno quanto professor estão aprendendo juntos.


Fabiana Oliveira Lima, 27 anos, Famacêutica

REFFER - Soluções para Internet

Copyright 2009 © - Todos os Direitos Reservados